Construção da RN-013 até Tibau será retomada em julho


O governo do Estado, através do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), conseguiu negociar com manifestantes que interditaram a RN- 013 que liga Mossoró a Tibau, na manhã desta sexta-feira,28,  sem maiores dificuldades.  Os entendimentos foram feitos pelo diretor regional do DER, engenheiro Newton Rego.

O protesto, organizado pelo Movimento dos Sem Terra (MST), motoristas de transportes alternativos que fazem linha para Grossos e Tibau e taxistas, pedia a retomada das obras de duplicação que estão paradas desde maio. "Informamos que  a construção da estrada será reiniciada na primeira quinzena de julho", adiantou Newton Rego, acrescentando que a partir de amanhã, uma máquina patrol fará a manutenção da rodovia, principalmente nos trechos atingidos pelas chuvas.

Segundo cálculos do DER, faltam 40% da obra, e a previsão é que até dezembro, quando será aberta mais uma temporada de férias, época em que Tibau se transforma no principal destino turístico da Costa Branca, a estrada vai estar pronta.

O diretor geral do DER, Demétrio Torres, que de Natal acompanhou toda a manifestação da RN- 013, assegurou que o governo está resolvendo todas as questões orçamentárias e que a obra de Tibau será retomada em rítimo acelerado para que a previsão de conclusão até o fim do ano seja cumprida. "Tivemos os problemas de chuvas e alguns entraves orçamentários que estão sendo resolvidos", adiantou Demétrio.

O protesto, que foi realizado no trevo que dá acesso ao Estado do Ceará, foi pacífico e durou cerca de duas horas. 

Fonte -  Assessoria Assecom do Governo do Estado do RN