Sindicado dos Taxistas de Mossoró não aceita acordo com Taxistas de Tibau


Na reunião desta sexta-feira, 13, a qual ficou para que o Sindicato dos Taxistas de Mossoró (SINDITAXI), através do seu presidente Willami Fernandes, se posicionasse sobre a proposta feita pelo Associação dos Taxistas de Tibau (ATT), ontem, 12, não foi aceita.

A reunião aconteceu na Secretaria de Mobilidade Urbana, com a presença do presidente do Sinditaxi, com o advogado Helton Evangelista, dos secretários Charlejandro Rustayne, da Mobilidade Urbana da Prefeitura de Mossoró, de Aureliano Marques, da Secretaria da Fazenda de Tibau, que ouviram o presidente do Sinditaxi dizer que não tem acordo.

Diante à negativa de acordo, a Associação dos Taxistas de Tibau, que propôs local para os taxistas de Mossoró ficarem em Tibau de janeiro a janeiro, manteve a sua palavra, e deixou claro que “as portas de Tibau estão abertas para todos, o que os taxistas de Tibau querem é trabalhar, sem prejudicar ninguém e sem ser prejudicados. Buscamos o acordo, mas a categoria de Mossoró não quer, mas aqui eles todos são bem vindos”, ressaltou o presidente do ATT, Eider Dantas.

O presidente também agradeceu aos prefeitos de Mossoró, Francisco José Júnior e o prefeito de Tibau, Josinaldo Marcos de Souza, “Naldinho”, pelo empenho em buscar o entendimento. “Reconhecemos o esforço de ambos os prefeitos em apoiar as duas categorias. Eles fizeram a parte dele, assim como nós de Tibau fizemos a nossa e estamos sempre abertos ao diálogo”, disse Eider Dantas.

Na opinião do secretário Aureliano, que buscou o entendimento, os taxistas de Mossoró querem que a fiscalização municipal fique de prontidão no local onde estão os taxistas de Tibau. “Isso não é uma forma de querer acordo, é uma imposição. Deixando inclusive, o próprio prefeito de Mossoró em situação difícil, tendo em vista que isso caracteriza, de certa forma, uma perseguição”, observa Aureliano.


Para ele, não é isso que os taxistas de Tibau merecem, e muito menos o prefeito de Mossoró “que foi sensível e buscou o entendimento para solucionar a questão, porém, os taxistas de Mossoró não quiserem. Mas, repito: Tibau está de portas aberta para os taxistas de Mossoró”, frisou Aureliano.